quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

A malévola


A depilação varia de mulher para mulher, pode ser questão de higiene, gosto ou preferência, para mim é gosto...gosto exclusivo do Dono!!!

Eu uso por determinação e pq acho mais higiênico, muito mais bonitinho e sensual a depilação completa ou total, aquela que consiste em retirar todos os pêlos da virilha, região pubiana e ânus. Trata-se de um procedimento meio constrangedor para muitas mulheres pela posição e muitas vezes, doloridinho que só.

Em meu caso que uso cera quente, o problema em si não está no método, o pior é a parte final, quando minha querida e amada confidente, ahhh minha depiladora já virou confidente, afinal o que são uns assuntinhos mais capciosos, depois de me ver em posições tão intimista..rs, vem com a torturante pinça para retirar os insistentes pelinhos pequenininhos que não saíram com a puxada da cera ou estão encravados, afff...aí a delicia de sessão higiene, da sessão confissão, da sessão não sei mais o que, vira uma sessão de tortura, com um sério agravante, sem direito a gozar...rs

Voltando da depilação não pude evitar de cantarolar....

♬ ♪ ♫ Quem tem medo da pinça má, pinça má, pinça má!?!?!?!?♬ ♪ ♫...rss

bjs ternos
ternura

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Cuffed Spanked



via: /xhamster

Deixo um videozinho, para aqueles que sentem paixão, excitação, adoração por fazer de cada sessão, momentos preciosos para praticar esses deliciosos fetiches...*pisc

bjs
ternura

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Aprendiz


Como profissional da área da Educação e sabedora da condição que ocupo nesse Universo de fantasias e fetiches, gostaria de fazer uma singela comparação entre a relação D/s e a relação educador-educando.

Assim como na relação educador-educando o respeito, a pré-disposição de ensinar e aprender e o desenvolvimento dos envolvidos são pressupostos de fundamental importância para o processo de aprendizagem.

Em minha humilde opinião, na D/s acontece isso de maneira similar, pois tanto o Dono como a submissa mantêm uma relação de cooperação sempre interagindo ativamente para o desenvolvimento de ambos.

Porém saliento que o Dono assume papel fundamental nesse processo como indivíduo que Decide, que Comanda a situação por livre e prazerosa escolha, pois supostamente deve saber e realizar com destreza e para o seu deleite inúmeras práticas, assume ciente seu papel na relação, guia com prudência, orienta com responsabilidade, conduz de maneira rigorosa e gentil, faz superar limites e suportar a dor com lucidez e sensatez. Além de ordenar tarefas para a evolução da peça.

Diante de tais ações, apresenta maior experiência, fazendo dessa menina sua incrivelmente dedicada, extremamente honrada e orgulhosa APRENDIZ.

bjs
ternura